Um Gole de Utopia - Um blá blá blá sem leite e biscoito
    Vinte e poucos anos

    i’m losing

    janeiro 1, 2017

    como pode o vazio ser tão cruel e amável?
    tudo bem, deixo-me me acolher em seus braços,
    junto aos medos, ansiedade, angústia e aos saberes.

    um abraço mortal e reconfortante… mais real que a carne.

  • Devaneios

    Um carta à loucura

    Sem imagem hoje. “Oh! Meu amor… Sinto saudades da sua companhia em meio as noites que se estendiam regadas a devaneios, álcool, lágrimas e sorrisos. Dos caminhos que trilhamos juntos, eu fazendo companhia para…

    outubro 12, 2016
  • [in] nyctophilia

    O Nômade .II

    Clique aqui para ler a Parte I. Para acompanhar a leitura 😀 O Nômade Parte II Ela estava parada em meio a multidão de soldados. Almas cansadas de lutar, ansiosos pela morte, por uma…

    outubro 5, 2016
  • Vinte e poucos anos

    Então… Tipo assim (?)

    Engraçado como a vida nos apresenta momentos, como criamos certos elos e como tudo discorre de maneiras inesperadas, por mais que se tente imaginar um milhão de possibilidades. Como um legítimo gemini, confesso que…

    outubro 4, 2016
  • Vinte e poucos anos

    Dog days

    Bah! Faz tempo que não passo por aqui, e na realidade, sem desculpas, é por falta de vontade mesmo, falta de inspiração, sei lá. Tipo, aqueles altos e baixos, crise dos 20, puta merda,…

    agosto 13, 2016
  • Devaneios

    Inside

      Há pedaços de mim por tantos cantos, Que mesmo que eu me dedique a vida toda, nunca conseguiria juntá-los. Adentro meu quarto todas as noites, com um pesar no coração por saber que…

    junho 30, 2016
  • Devaneios

    Vazio

    Aprecie meu último suspiro, e deslumbre minha dor, solidão, não me solte do seu abraço, conheço apenas esse amor...…

    junho 24, 2016
  • Devaneios

    Há algo errado?

    Há algo errado? Sinto um vazio dentro de mim, uma solidão esquisita, que mesmo quando estou acompanhado, o vazio continua lá, intimidante. Sinto uma solidão esquisita. Sinto falta de conversar intensamente sobre aleatoriedades, mas…

    maio 14, 2016
  • Devaneios

    Existo, mas não vivo mais

    Não me sinto assim há muito tempo. Talvez mais tempo do que eu posso realmente me recordar. Há um buraco aqui dentro, um buraco maligno que suga tudo o que há de bom ao…

    maio 10, 2016
Translate »