Eu sou Gêmeos - Um Gole de Utopia
Devaneios

Eu sou Gêmeos

abril 29, 2016

large

Me pego tantas vezes animado desanimando, empolgado entristecendo, querendo desistindo. Compreensível?

Nós caminhamos friamente sobre o calor das vontades, desejos, sonhos… Sim, e sentimentos. Expôr? Tu estás louco?

Ficar vulnerável é quase o fim, é algo impensável, mas da mesma maneira que o que queremos nunca acontece e o nunca costuma acontecer, em alguns momentos nos expomos, sim, nos detalhes ou no todo. Nesse momento quebramos a barreira do “não confiável“, mas o que não sabem, é que mesmo expostos, não devem confiar. Não por sermos ruins, não por sermos carrascos ou maldosos, simplesmente por nos expormos friamente. Compreensível?

O reflexo que tenho é de ser uma parede sem fim, indestrutível, nem condições de escalar, mas nas falhas entre os tijolos estão os segredos que apenas os ambiciosos conseguem enxergar.

Dizem que há apenas um vazio aqui dentro, e estão certos…

Há um grande vazio, e ao seu redor, uma quantidade tão imensurável de sentimentos soltos e reprimidos que se chocam contra a parede sem fim, indestrutível, sem condições de ser escalada, a ponto de nos atordoar, oscilar o que queremos, pensamos, como agimos, mas ainda assim, sem nos expôr. E quando acontece? Bom, é como suicídio, sempre é.

E ainda nos perguntam o motivo de tanta reserva.

Desejos.

Quando queremos, quando quero algo, é para viver de verdade, pra sentir de verdade, para ser inseguro, louco, para ser intenso, mas talvez esse calor interno, quando revelado sobre tantas camadas metódicas, frias e calculadas, assuste, e quando somos o que realmente somos, é tarde demais. O engraçado é que o mundo se aproxima por curiosidade de ver sob as cortinas, mas nunca estarão preparados para o que há aqui.

Dizem que são mais apaixonados do que eu, são mais cruéis do que eu, que são mais fortes do que eu, que são mais teimosos, inteligentes, intensos, sentimentais do que eu… Não. O conflito não é só externo, é interno, não é durante a vida, é a cada maldito segundo, é o tipo de reviravolta que tira o sono, potencializa nossas ambições, nos excitam para a troca de intimidades, mas no final nos tornam reclusos em nossos próprios mundos, cheio de desejos, sonhos, mas um todo abstrato, sem objetos para obter, corpos para tocar ou lágrimas reais para derramar.

Quero, não quero, vivo, não vivo, sou, não sou.

Tu não entende, eles não entendem, e nós não iremos dar essas respostas em palavras, mas ninguém fica tempo o bastante para sentir, e assim, nos tornamos reclusos em nossos próprios mundos, num caminho utópico para preencher aquele vazio que enchemos de esperanças e paixões, mas nos fim estará sempre vazio, rodeado por uma imensidão de sentimentos que ninguém vê, pois não se importam de verdade… E a realidade bate quando nos subestimam, e quando se dão conta, lhes restam apenas o gelo sobre as mãos, gelo do nosso rastro e nada mais.

E então tu se pergunta, quem és tu?
Eu sou Gêmeos.

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Adeisa Emanuelle maio 14, 2016 at 10:12 pm

    Meu paraíso astral haha
    Fico fascinada com a sede por conhecimento e toda astúcia de gêmeos. Coincidência, ou não, meus melhores amigos e o caso de amor mais lindo da minha vida são de gêmeos. Coisa de louco isso 🙂

    • Reply ALBQRQ junho 24, 2016 at 1:51 am

      Coincidência DIUQHWIDUQWD Tu tem é sorte, geminis são os piores rs

    Leave a Reply

    Translate »